1.Aprender inglês Por quê ?

Estamos na era da globalização. As informações que recebemos todos os dias são muito rápidas e compartilhadas para todas as pessoas no mundo todo. Nossa comunicação ficou tão globalizada que podemos nos comunicar com pessoas que moram muito distante da gente.

Quando pensamos em uma língua universal, logo nos vem à mente o Inglês. Mas não é o único motivo para Aprender Inglês.

Outros motivos para aprender Inglês:

Pesquisa da Consultoria Robert Half revelou que para 80% dos profissionais de RH (Recrutamento), a Fluência em Inglês é Essencial para Bons Cargos.

Além disso, que fala Inglês, tem salários até 70% maior (57ª pesquisa salarial realizada pela Catho).

Gostando dele ou não, o Inglês está presente em nosso dia-a-dia e muitas vezes enraizada já em nosso vocabulário. Palavras como hot dog, hamburguer ou milk shake são costumeiras e já não precisamos fazer nenhum tipo de tradução para compreender seu significado.

Como isso acontece? Simplesmente porque vivenciamos as palavras e elas nos tornam comuns, assim como a nossa língua nativa.

Quem não conhece a palavra e-mail? Ou download? Isso só acontece porque a língua inglesa acabou se “misturando” com a nossa e falamos de uma maneira tão natural que nem percebemos.

Quando assistimos a um filme, ele geralmente é originado em Inglês. Você pode até optar por assistir a filmes dublados, mas na sua maioria, eles tendem a ser em Inglês.

E quando você escuta uma música estrangeira? Qual a musica que você recorda? Posso apostar que a grande maioria lembra de alguma que seja em Inglês.

Mas por que você deve aprender inglês?

Podemos justificar diversos motivos pelos quais é importante que você tenha domínio do Inglês, tanto na área profissional quanto pessoal, porém existe um motivo que todos devem concordar: porque se quisermos efetivamente nos comunicar com o mundo todo, devemos então aprender essa língua.

1.1 Como aprender Inglês de uma maneira satisfatória?

Aprender uma outra língua não é uma tarefa fácil pois requer muitas habilidades que até então não são praticadas.

Seja em uma escola ou por imersão em algum país, os processos são os mesmos, o que muda é a circunstância e os contextos.

É óbvio que quando estamos imersos a um ambiente completamente favorável ao aprendizado, é muito mais rápido nosso desenvolvimento, mas isso não quer dizer que seja efetivo ou satisfatório.

Quando aprendemos a língua em uma escola, em um curso ou até mesmo com um professor particular, o processo pode ser um pouco mais lento, porém pode ser tão efetivo quanto quando vamos residir em um país que fale e tenha a língua inglesa como língua nativa.

O que influencia no aprendizado é a metodologia ou o método pelo qual você passa para aprender um determinado assunto.

Dessa maneira, não existe apenas um fator determinante para o bom aproveitamento do aprendizado, e sim vários. Podemos chamar de fatores internos e externos e a junção de todos eles que podem tornar um não nativo, um falante da língua inglesa.

Lembre-se que independente de onde esteja estudando, você deve ser um sujeito ativo no processo educativo e nunca esperar que as informações venham até você sem que as pratique.

A proatividade e a disciplina também fazem parte desse processo e devem ser características de um estudante que estuda uma língua estrangeira.

Quando estamos falando em aprendizado, nos referimos a todas as estruturas da língua e não somente uma. É a junção de vários elementos que favorecem a um aprendizado satisfatório e definitivo.

Faça uma reflexão sobre toda a sua trajetória como aluno e responda: Você faz de tudo para aprender a Inglês ?

O que você precisa modificar no seu processo educativo e o que você acha que está satisfatório no seu aprendizado de Inglês ?

Responda essas perguntas em uma folha e ao final desse artigo, retorne para suas respostas e pondere o que mudaria ou não.

1.2 O que devo fazer e não fazer para aprender inglês?

A seguir, seguem algumas dicas que podem te auxiliar nesse processo de como aprender Inglês:

1- Não existem métodos milagrosos para Aprender Inglês!

Não se iluda que existem metodologias perfeitas porque não existem! Se alguém te disser que você irá aprender Inglês de uma maneira muito rápida, saia correndo porque é mentira!

Estudos mostram que para o aprendizado de uma língua, inclusive o Inglês,  o indivíduo passa por vários processos e se você realmente quiser internalizá-la, você precisa estar apto a todas as habilidades.

Lembre-se que o método para aprender Inglês é o caminho e não a solução. O que pode funcionar com você, pode não funcionar com o outro.

2- Aprendemos Inglês de maneiras diferentes

Temos que ter em mente que somos pessoas completamente diferentes umas das outras. A mesma bagagem cultural que você tem pode não ser a do seu amigo, por esse motivo cada um é único no processo ensino aprendizagem.

Se conheça! Perceba o que é mais fácil ou dificultoso para você.

Quando aprendemos uma nova língua devemos estar aptos as seguintes habilidades:
– Audição (Listening)
– Fala (Speaking)
– Escrita (Writing)
– Leitura (Reading)

Perceba que todas essas habilidades estão interligadas e são parte integrante nesse processo de como você aprende Inglês, porém nem sempre temos facilidades com todas elas.

Existem pessoas que podem aprender mais facilmente ouvindo, outras lendo, outras vendo e escrevendo e assim por diante.

Se você não conhecer como você mesmo aprende Inglês, se deixará ser levado por metodologias que podem gerar uma enorme frustração e gasto desnecessário de dinheiro e como diz o ditado: Time is money! (tempo é dinheiro).

3- O milagre do Listening para Aprender Inglês

Usaremos como exemplo o deficiente auditivo. Lembre-se que quando o indivíduo é deficiente auditivo, na maioria dos casos ele tem todas as funções da fala, ou seja, seu aparelho fonador é perfeito.

Então, por qual motivo ele não fala? Porque ele não ouve! Simples assim!

No aprendizado do Inglês ou de qualquer outra língua, é exatamente isso o que acontece. Imagine quando você aprendeu a sua língua.

Você primeiro ouviu seus pais falarem com você, internalizou as palavras e aprendeu a falar a partir do que você ouviu.

Por esse motivo podemos dizer que Listening e Speaking são os primeiros processos na aquisição da língua. O processo é simples, você ouve, você fala.

Então,  como aprender Inglês ? Da mesma forma, ouvindo !

As demais habilidades são adquiridas após esse processo, pois o que interfere é o que você ouve, o quê você ouve e como você ouve?

Acredito que você conheça pessoas que foram morar em outros países e adquiriram a língua de uma forma muito rápida, elas não precisaram ler ou escrever, mas foram inseridas em um contexto real e a partir do que ouviram, aprenderam falando!

Acredite no poder do Listening (mesmo que não goste ou tenha dificuldades), a prática sempre levará a perfeição! Portanto, ouça! Se você souber ouvir, certamente saberá como falar Inglês !

4- Não tenha medo de errar!

Engana-se aquele que pensa que os erros desfavorecem o aprendizado, muito pelo contrário, eles induzem ao acerto.

Quando você está aprendendo uma nova língua, no caso o Inglês, o caminho mais fácil é falando e errando.

Não tenha medo de errar, faz parte do processo.

Ouça, erre, tente novamente até que encontre a perfeição. Você não vai conseguir falar Inglês se não falar, não existe outra alternativa do que a prática.

Quando entramos em um curso de culinária, nosso intuito é fazer bons pratos, da mesma maneira no do Inglês, o intuito é falar e não somente saber ler e escrever.

2. Aprender Inglês no Curso Sunnyside

Nossa intenção é que você aprenda Inglês tanto da sua maneira como seu tempo no nosso Curso de Inglês Completo, e que tenha em mente que não existem metodologias brilhantes a ponto de funcionar com todas as pessoas sem exceção.

Nosso trabalho é baseado em experiências vividas em sala de aulas com diversas metodologias e vivências.

Nosso objetivo é que você primeiramente aprenda como você mesmo aprende e a partir de suas experiências, fazer um trabalho que você possa alcançar seus objetivos de uma maneira satisfatória e prazerosa.

Os métodos alcançados ao longo desses anos nos mostraram que o individuo aprende uma nova língua quando:
-Você precisa
-Você tem vontade

Acreditamos que você deva se enquadrar em um desses exemplos e quanto mais ele necessitar, maiores as chances de ser conduzido ao erro e a falsos métodos.

Não faça parte dessa estatística, faça do seu aprendizado algo prazeroso e não procure uma solução mágica para as suas necessidades.

Entendemos que quando iniciamos um curso de inglês, ansiamos aprender de maneira efetiva e o mais rápido possível, porém temos que aprender a trabalhar com nossas dificuldades também.

Atendemos diariamente alunos com histórias muito parecidas em que vivenciaram o aprendizado de uma maneira um tanto frustrante.

Alunos motivados geram suas expectativas em realidade!

E onde está a diferença se todos prometem a mesma coisa?

A diferença está exatamente em não prometer o mesmo que os nossos concorrentes porque não queremos que seu aprendizado seja superficial e que passe anos estudando sem chegar a lugar algum.

Através das nossas experiências em sala de aula, é muito comum depararmos com alunos que até dominam a língua em sua totalidade, mas não sabem como usa-la, então pergunto para você: Para que serve ter o domínio e não saber como usar?

Inúmeras vezes ouvimos relatos de alunos que dizem que entendem o que o falante nativo, mas não conseguem se expressar. Por que você acha que isso acontece?

Por que ele não sabe? Não, porque ele não faz a prática da forma mais adequada.

É possível sim aprender um novo idioma sem tem que viajar para o país da língua estudada.

É possível sim aprender de uma maneira descontraída e que as normas e regras sejam internalizadas sem nos amedrontar.

É possível sim ter a imersão no idioma mesmo que nosso ambiente cultural não nos seja totalmente favorecido.

Nosso curso é voltado para pessoas que queiram conhecer tudo aquilo que até então nunca foi passado.

Você sabia que há uma diferença entre língua escrita e língua falada e que não existe crime algum cometer alguns erros na fala?

Nenhum falante, seja de qualquer língua fala a sua língua de acordo com as regras gramaticais, ou seja, a norma culta. E não seria diferente com a língua inglesa.

Se a língua não fosse tão viva e tão dinâmica, não existiria os regionalismos, gírias, dialetos etc.

A língua só é viva porque os falantes estão sempre em processo de mudança, a língua muda a todo instante e temos que acompanha-la por mais absurdo que pareça!

Queremos que você tenha contato com o idioma como ele é e participe ativamente de quem fala essa língua todos os dias.

Não queremos que você fique constrangido diante de uma situação, muito menos que fale tão perfeitamente que nem mesmo o falante consiga compreender.

Você fala o português como escreve? É claro que não! Assim será com o inglês ou qualquer outra língua do mundo.

Nosso método é ensinar que não existem métodos e sim caminhos a serem seguidos e que podemos nos adaptar de acordo com as suas necessidades.

Para que o processo seja completo, ele deve ser dinâmico e englobar todas as habilidades já citadas.

2.1 O uso das TICs em nosso curso

O aprendizado em EAD se faz cada vez mais presente em nosso cotidiano.

O ensino à distância além de nos proporcionar uma viabilidade maior de tempo também nos interage com o mundo todo.

Devemos lembrar que para estudar EAD devemos ter muita disciplina e proatividade.

Você sabe o que são TICs?
Definimos por TIC: Tecnologia de Informação e Comunicação.

Esses recursos estão presentes em nosso dia-a-dia e fica quase impossível viver sem eles.

O Sunnyside entende que é imprescindível o uso dessas tecnologias no processo de ensino aprendizagem e quanto maios for o uso dessas tecnologias, maior o aproveitamento e desenvolvimento.

Seguem alguns exemplos de TICs:
Rádio
Máquina fotográfica
Telefone celular
Telemóvel
Televisão
Câmera de filmar
Computador
GPS
Correio eletrônico (e-mail)
Internet
Podcasts
Tecnologias de acesso remoto: WI-FI, Bluetooth, RFID, EPVC.

Essas tecnologias têm nos influenciado e nos dado uma visão diferenciada do mundo e acabam promovendo uma revolução cultural.

Esses recursos acabam mudando os hábitos das pessoas e com isso há alteração da forma com que as pessoas pensam, se relacionam e também aprendem.

Por esse motivo, é que o Sunnysude 6G está preocupado em que você não somente aprenda, mas que possa interagir com pessoas do Brasil e também de todo o mundo.

Que tal ser a diferença?